ECONOMIA FISCAL E INOVAÇÃO

Aqui no blog você se informa sobre tudo o que compete ao universo fiscal: alterações legislativas e normativas, obrigações acessórias, regimes especiais, jurisprudência, e muito mais.

Como investir no capital humano da sua empresa

Além do incentivo fiscal que os programas dão à área, o investimento no setor pode significar muitos ganhos para todos.

O capital humano tem pode ser definido como o conjunto de conhecimentos de uma pessoa na execução do seu trabalho. Essas competências podem ser tanto técnicas quanto sociais, envolvendo traços de personalidade ou formas de agir perante situações específicas. Uma empresa ciente do valor do seu capital humano e disposta a investir no mesmo tem aqui um ponto forte de distinção e destaque no mercado. Posto isto, descubra aqui como investir no capital humano da sua empresa!

1 – BOM AMBIENTE DE TRABALHO

Um dos fatores essenciais para a qualidade do desempenho dos seus funcionários passa pela criação de um local propício para isso. Os níveis de satisfação da equipa, que podem ser medidos através de avaliações da qualidade dos gestores e a própria perspectiva de crescimento, devem ser tidos em consideração.

Com um bom ambiente de trabalho, os colaboradores vão se sentir cada vez mais motivados para trabalhar e, consequentemente, apresentarão melhores resultados e em menos tempo.

2 – FORMAÇÕES

Estimular o conhecimento e competências dos principais responsáveis pelo crescimento da empresa é uma ótima forma de manter talentos cada vez mais qualificados. Este incentivo não deve ser feito apenas nos aspectos técnicos, mas também ao nível das qualificações emocionais, como, por exemplo, a criatividade e inteligência emocional.

Também é possível investir na qualificação da sua equipa com recurso a consultoria externa, através da contratação de formações para ferramentas ou domínios utilizados no ambiente de trabalho.

Como investir no capital humano da sua empresa - GT Consultoria
3 – VALORIZAÇÃO DOS TALENTOS

As empresas que contam com bons profissionais têm muito mais hipóteses de crescer caso exista uma valorização desses mesmos talentos. Incentivos, feedbacks positivos e perspectiva de crescimento são ótimos caminhos para conseguir funcionários leais e que trabalhem de forma feliz e eficaz.

Um colaborador altamente qualificado e produtivo vai se sentir mais confortável numa empresa que valorize o seu trabalho.  As duas primeiras dicas deste texto também ajudam na fidelização deste funcionário. Desta forma, estará de facto a  investir no capital humano da sua empresa, ficando a contar com o principal ativo da sua empresa, os recursos humanos, que acreditam nos propósitos da empresa! podendo contar com aqueles que acreditam nos propósitos da sua empresa!

Para mais dicas como esta, aceda ao Blog da GT Consultoria. Deixe nos comentários se este conteúdo foi útil e assine a nossa newsletter para não perder nenhuma notícia!